Ocorreu um erro neste gadget

sábado, 9 de julho de 2011

Almas





Com a morte veio a escuridão
Meus olhos custaram a se adaptar
Pisei em cacos de vidro o caminho todo
Porém não sinto mais dor, nem medo

Um espírito perdido vagando pela Terra
Repousando em minha cripta gótica
Filha da escuridão eterna
Andando entre dois mundos

Possuo companhia de outras almas perdidas
Transeuntes do mundo dos mortos
Porém ainda assim, sinto solidão
Solidão que corre em minhas veias e empregna em minha alma

A obscuridade é reconfortante
É minha companheira absoluta
Não tenho passado nem futuro
Fico aqui aguardando na eternidade da escuridão




Lady Darkita, 10/07/2011

2 comentários:

  1. olha eu aqui de novo...arruma essa bagaça pamelaaaa!!!hahahaha

    ResponderExcluir
  2. arrumar uq???????? preciso eh voltar a postar isso sim hahahaha

    ResponderExcluir